Mais Sindicato

7 erros para evitar se você quiser aumentar as filiações ao sindicato

25 de maio de 2020
Junte-se a mais de 7.000 lideranças

Entre para nossa lista e receba conteúdos sindicais exclusivos e com prioridade

Murro em ponta de faca! É isso que grande parte dos diretores sindicais se sentem fazendo quando não conseguem aumentar as filiações ao sindicato.

Às vezes pode até bater uma angústia por não conseguir convencer os trabalhadores a se filiarem às entidades.

Quando isso acontece, o desânimo cresce e as finanças do sindicato se desorganizam. O pior é que a luta sindical fica debilitada devido à falta de recursos.

Se você está nessa situação e não sabe o que fazer, nós gostaríamos de propor um exercício simples: pare por alguns segundos e tente observar pela ótica do trabalhador.

O que está afastando ele do seu sindicato?

Fazer essa reflexão é fundamental para identificar e cortar pela raiz as fragilidades da sua entidade.

Muitas vezes, essas fragilidades passam despercebidas pelos diretores, mas têm um efeito muito negativo entre os trabalhadores. O resultado é, claro, números de filiação longe do esperado.

Para ajudar você nessa tarefa, nós listamos 7 falhas para você não cometer em hipótese alguma na sua gestão!

trabalhador não se filia

 Ter uma gestão desorganizada 

Você depositaria sua confiança em uma equipe que demonstra estar desorientada? Temos certeza de que não.

Por isso, um dos primeiros passos para conquistar o trabalhador – e a sua filiação – é fazer uma gestão organizada.

Todos os setores da entidade precisam estar alinhados entre si. O corpo administrativo deve trabalhar em sintonia com a assessoria jurídica e a diretoria.

Não menos importante, a equipe de comunicação precisa estar por dentro de todas as ações da entidade para produzir e distribuir os conteúdos mais adequados para os trabalhadores. ‍

Demonstrar desorganização é o primeiro tiro no pé, e evitá-lo é praticamente uma condição de sobrevivência para o sindicato.

 

Não ser realista com a categoria

Sabemos que a luta sindical é marcada por uma árdua disputa de interesses. Essa batalha tem muita potencialidade, mas também é recheada de limites.

Por isso, a regra aqui é básica: não prometa o que o sindicato por si só não pode garantir.

Deixe claro que as conquistas dependem diretamente da força de mobilização da categoria.

Seja transparente quanto às possibilidades e limitações de cada ação do sindicato. Isso é fundamental para não frustrar a categoria.

 

Não divulgar as ações do sindicato

Como dizia o compositor Sérgio Sampaio, “Um livro de poesia na gaveta não adianta nada. Lugar de poesia é na calçada”.

A lógica para o movimento sindical é a mesma: a diretoria pode até se desdobrar e fazer quase o impossível para lutar pelos direitos da categoria.

Se o trabalhador não ficar sabendo dessas ações, ele simplesmente não verá sentido em se filiar.

Por isso, mostre o que sua gestão está fazendo pela base! 

Esse é o primeiro passo para se mostrar atuante.

 

  Falar com o trabalhador somente na campanha de filiação

Esse é um dos erros mais fatais para a sua entidade.

Quando isso acontece, o trabalhador fica com a impressão de que o sindicato é oportunista, que só se comunica com ele quando precisa de dinheiro. Em hipótese alguma cometa esse deslize!

Priorize a criação de canais permanentes e eficazes de comunicação com a categoria.

Mostre que o sindicato está ao lado dela a todo momento, e não só na campanha de filiação.

  Publicar conteúdo que não reflete a realidade do trabalhador

Não basta simplesmente conhecer a rotina e os problemas que os trabalhadores enfrentam: é necessário deixar isso claro!

 Por isso, atraia a atenção da base com conteúdos que sejam úteis e valiosos para ela. Use uma linguagem familiar para os trabalhadores.

A diretoria que fala somente para si acaba falhando na tarefa de fortalecer a identificação com o trabalhador.

Afinal, o sindicato precisa refletir a identidade da categoria, não é mesmo?

  Não ouvir as críticas da base

Outro erro fatal é menosprezar as críticas feitos pela categoria.

Por mais duras – e às vezes injustas – que essas opiniões possam ser, é fundamental respondê-las e deixar claro que o sindicato as levará em consideração.

Hoje, as redes sociais exigem que esse trabalho seja quase instantâneo, nos comentários das publicações ou nas caixas de mensagens.

Valorize essas ferramentas! Eles são um ótimo termômetro da reação e dos anseios da categoria.

Mas cuidado, isso não deve ser feita de forma amadora porque o efeito pode ser o contrário (isso te a ver com o item seguinte).

  Ter uma comunicação amadora

Para evitar todos os erros que citamos anteriormente, você precisará de um bom trabalho de comunicação.

Mas veja bem, não estamos falando sobre publicar uma porção de fotos no Facebook com algumas palavras de ordem e só. Ou ficar replicando postagens e notícias de outras fontes variadas.

Como vimos, para conquistar mais filiações, o seu sindicato precisará estreitar laços, fomentar a empatia, investir na publicidade das ações.

Além de ser improdutivo, fazer isso de forma amadora pode surtir o efeito contrário.

O sindicato precisará produzir materiais interessantes, fazer campanhas, publicar notícias frequentes e variadas, utilizar as redes sociais e produzir conteúdos audiovisuais… São muitas ferramentas e o sindicato precisa se apropriar de todas elas. 

Por isso, profissionalize a comunicação do seu sindicato.

Nunca é demais reforçar: a comunicação não é um gasto, é um investimento.

Os erros serão corrigidos. E agora, o que fazer para aumentar as filiações?

Agora que você já conheceu as sete falhas que sua gestão jamais pode cometer se deseja aumentar a arrecadação no sindicato, já pode começar uma campanha de filiação para buscar novos sindicalizados!

Afinal, com a correção e prevenção dos erros os trabalhadores encontrarão uma entidade segura, confiável e dedicada aos direitos da categoria.

Para conquistar filiados (novos ou aqueles que se desfiliaram) siga esses
15 passos para construir uma campanha de filiação hoje no seu sindicato.

Aumentar o número de sindicalizados depende do quanto você está disposto a avançar para fazer isso acontecer.

No mais, o conteúdo é por nossa conta! E de graça! 
Clique aqui e baixe agora.

Equipe Abridor de Latas Comunicação Sindical

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *