Mais Transformação

Frases que ainda ouvimos por aí #10 – “Não sou tuas nega”

28 de junho de 2017
Junte-se a mais de 7.000 lideranças

Entre para nossa lista e receba conteúdos sindicais exclusivos e com prioridade

frase-10---nao-sou-tuas-nega

“Não sou tuas nega”

Se você costuma falar “não sou tuas nega” em conversas do dia-a-dia, é hora de parar. Essa expressão é carregada de preconceito e agressividade contra as mulheres negras e está totalmente ligada à época da escravidão, quando elas eram propriedade de homens brancos.

Porém, mesmo com a evidente essência racista, muitas pessoas ainda insistem em utilizar essa expressão, que por muitos anos foi usada para colocar a mulher negra em patamares socialmente inferiores.

Agora, a realidade é outra. Atos de empoderamento do feminismo negro estão trazendo mudanças sociais em uma perspectiva antirracista e antielitista, em um movimento comprometido com a luta pela igualdade de gênero e de raça no país.

Mesmo com essa luta, o preconceito racial no Brasil ainda é uma realidade que criou raízes e que resiste ao tempo. Aqui, o racismo é imposto e naturalizado, principalmente no discurso da população, que insiste em utilizar expressões que são frutos de um passado escravagista.

O brasileiro admite que vive em uma sociedade racista, mas se nega a admitir o racismo em suas próprias atitudes. Precisamos ter consciência de que, por exemplo, reproduzir frases como “não sou tuas nega” é uma ação preconceituosa e que deve ser eliminada de nossas vidas.

Ao reconhecermos que vivemos em um país desigual e que devemos abandonar o discurso racista, damos o primeiro passo para mudar essa realidade. Talvez seja difícil mudar todo mundo, mas você pode mudar a si mesmo.

Abridor de Latas Comunicação Sindical

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *