Mais Transformação

Frases que ainda ouvimos por aí #15 – “O erro da ditadura foi torturar e não matar”

29 de setembro de 2017
Junte-se a mais de 7.000 lideranças

Entre para nossa lista e receba conteúdos sindicais exclusivos e com prioridade

bolsonaro erro ditadura torturar matar abridordelatas

“O erro da ditadura foi torturar e não matar” – Jair Bolsonaro

Um dos argumentos utilizados pelos defensores da ditadura é que os presos “mereciam” esse tratamento, por serem “comunistas” (a maioria dos presos não era nem de longe) e irem contra o regime.

É válido lembrar que qualquer pessoa que se posicionasse contra o regime militar poderia ser acusada de crime político.

A maior parte das vítimas das atrocidades dessa repressão foram estudantes, engajados políticos e intelectuais. Milhares de presos políticos. Centenas foram mortos nos porões da ditadura. Mais de dois mil camponeses foram assassinados.

Mulheres eram estupradas, pessoas foram mutiladas.

Uma página vergonhosa do nosso passado, que não deveria ser repetida nunca.

E mesmo vivendo em um país democrático, muitos brasileiros reproduzem frases como a proferida pelo então deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

Na verdade, Bolsonaro e ditadura têm tudo a ver

Muitos defendem também a volta do regime militar. Isso é crime.

É preciso respeitar o direito de liberdade de expressão, uma das características essenciais da democracia, mas cabe refletir sobre o que essas vozes estão pedindo.

Humanidade

Estamos falando de seres humanos, de humanidade (ou da falta dela).

Mais do que censurar as ideias da população, sequestrar cidadãos inocentes, desaparecer com inúmeros corpos – angustiando as famílias – e violar de forma brutal os direitos humanos, a ditadura produziu uma ferida na história do Brasil que está longe de ser curada.

Abridor de Latas – Comunicação Sindical

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *