Mais Mobilização

Você, dirigente sindical, pode mudar a história em 2021

27 de janeiro de 2021
Junte-se a mais de 7.000 lideranças

Entre para nossa lista e receba conteúdos sindicais exclusivos e com prioridade

Que o ano de 2020 não foi fácil para o movimento sindical você já sabe. Mas o quero te perguntar é: que respostas você dará a esse governo em 2021?

Todo mundo está careca de saber que as ofensivas serão ainda piores. Mas o que poucos perceberam é que será estratégico para esse governo destruir os sindicatos neste ano. Afinal, ano que vem tem eleições e tudo o que os governistas fazem é pensar na próxima eleição (e remover do caminho todos os “obstáculos”).

E você fará o que para mudar esse quadro?

Sim. Porque os sindicatos podem fazer muito mais para que tenhamos um futuro diferente a partir de 2023.

Se você quer saber como fazer, continue com a gente nesse texto.

Comunicação como estratégia de luta para 2021

Mal começou o ano e poucos se atentaram que a campanha política para 2022 já apontou seu caminho.

Um movimento fortíssimo contra o WhatsApp está sendo feito pela extrema-direita, ao mesmo tempo que a estrutura bolsonarista está sendo montada no Telegram e em outros espaços digitais. A mudança de rumos pela equipe do atual governo é para fugir da fiscalização, agora e na campanha eleitoral.

Bolsonaro não quer ver sua gigantesca rede de fake news desmontada e nem correr o risco de ser bloqueado nas redes sociais por espalhar mentiras ou por estimular movimentos violentos, como aconteceu com Donald Trump nos Estados Unidos.  

Os setores extremistas já estão se movimentando. Por isso, aqueles que lutam por direitos precisam se movimentar também. E isso inclui você.

Ainda dá tempo de mudarmos a história e tirar o Brasil desse lamaçal. Será preciso um bom trabalho de comunicação e, com certeza, os sindicatos terão papel fundamental na disputa pela consciência de classe até lá.

Mesmos erros

Mas o movimento sindical não pode continuar cometendo os mesmos erros. Os dirigentes não podem continuar tratando a comunicação como apenas um gasto. Ela é o principal investimento que um sindicato pode fazer.

Por isso, sinto te dizer que se a comunicação da sua entidade não estiver funcionando como deveria, as mudanças precisam acontecer agora. Lembre-se que vidas estão, literalmente, em jogo nessa batalha.

Com mais quatro anos desse governo, a classe trabalhadora será completamente destruída.

Nessa guerra, viver de textos jornalísticos não será o suficiente. Nem de longe. Precisamos urgentemente construir conteúdos estratégicos que movimentem o movimento sindical e reforcem a relação com os trabalhadores. E que alcancem o máximo possível de pessoas.

Isso mesmo, é necessário balançar as estruturas e começar a agir agora.

Ter uma comunicação forte é o mínimo que você, dirigente sindical, precisa buscar em 2021.

Use as redes sociais com eficiência e profissionalismo

A maioria dos dirigentes sindicais sabe que as redes sociais são fundamentais para qualquer estratégia de comunicação. Mas por que o movimento sindical negligencia esse espaço?

O seu sindicato tem página nas redes sociais? Ok, isso é o primeiro passo. Mas você sabe qual o alcance? Qual o engajamento? Sabe se está sendo realmente eficaz (ou se está gastando apenas tempo e recursos)?

Você já pensou que você poderia estar alcançando milhões de pessoas durante o ano?

Agora, vamos além. Imagine cada entidade (ou, pelo menos, um grupo de entidades, em uma campanha, por exemplo) alcançando milhões de pessoas. Pense no tamanho da mudança que conseguiríamos causar. Na força que o movimento sindical teria.

Isso é possível. Mas por que não acontece?

O que fazer e como?

O movimento sindical precisa se apropriar com profissionalismo dessas redes. Pois quem nos considera como inimigo tem uma equipe grande (na verdade, gigante) fazendo esse mesmo trabalho.

Você pode estar pensando: “vou falar com o meu jornalista para ele resolver isso”. Olha, somos sinceros em dizer que ele sozinho não conseguirá fazer isso.

Para você ter uma ideia, aqui na Abridor de Latas temos um profissional para pensar a estratégia, outro para escrever, outro para corrigir politicamente o texto, outro para postar, outro para executar as estratégias depois da postagem, outro só para responder e outro ainda que analisa os dados de cada ação para ver se as estratégias estão realmente funcionando.

Fora que na execução geralmente estão envolvidos diversos profissionais, como jornalistas, publicitários, designers ou videomarkers. Acho que deu para entender, né?

Ou seja, “usar” as redes sociais vai muito além de postar no Facebook uma notícia que já está no site. Ao fazer isso, o trabalho estará apenas começando.

Então caso você queira saber mais como fazer essa mudança, te convido a ler 3 textos que produzimos.

Textos estratégicos conscientizam, sensibilizam e mobilizam

Como nossas campanhas alcançam até 1 milhão de pessoas por mês

Redes sociais como estratégia para alcançar os filiados e a sociedade

Desejamos a todas e a todos um ano de vitórias, e que tenhamos força para fazer a resistência em 2021.

Equipe Abridor de Latas

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Replies to “Você, dirigente sindical, pode mudar a história em 2021”

Alcides Barbosa da Silva

Interessante

Clóvis

Muito bom!